1ª Leitura do Dia – Ex 19,2-6a

11º Domingo do Tempo Comum

Vós sereis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.
Leitura do Livro do Êxodo 19,2-6a

Naqueles dias, os israelitas, partindo de Rafidim, chegaram ao deserto do Sinai, onde acamparam. Israel armou ali suas tendas, defronte da montanha. Moisés, então, subiu ao encontro de Deus. O Senhor chamou-o do alto da montanha, e disse: ‘Assim deverás falar à casa de Jacó e anunciar aos filhos de Israel: Vistes o que fiz aos egípcios, e como vos levei sobre asas de águia e vos trouxe a mim. Portanto, se ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, sereis para mim a porção escolhida dentre todos os povos, porque minha é toda a terra. E vós sereis para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.

Palavra do Senhor.

2º Encontrão das Comunidades é realizado em Mairi.

Aconteceu no último domingo, 04/06/2017, o 2º Encontrão das Comunidades na Festa de Pentecostes da Paroquia Nossa Senhora das Dores. A comunidade cristã ali reunida, como os Apóstolos e Maria, celebrou o cumprimento das Promessas do Senhor, os dons do Espirito Santo, à sua Igreja.

O encontro contou com muita animação, louvor, catequese sobre o Espirito Santo com Roni Porto, apresentação de dança da PJMP com o tema O Ser Humano como centro da Criação, para recordar nossa obrigação de cuidar e guardar a criação, e encerrando com a celebração da Santa Missa.

Evangelho do Dia – Jo 13,21-33.36-38

Um de vós me entregará…
O galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 13,21-33.36-38

Naquele tempo: Estando à mesa com seus discípulos, Jesus ficou profundamente comovido e testemunhou: ‘Em verdade, em verdade vos digo, um de vós me entregará.’ Desconcertados, os discípulos olhavam uns para os outros, pois não sabiam de quem Jesus estava falando. Um deles, a quem Jesus amava, estava recostado ao lado de Jesus.

Simão Pedro fez-lhe um sinal para que ele procurasse saber de quem Jesus estava falando. Então, o discípulo, reclinando-se sobre o peito de Jesus, perguntou-lhe: ‘Senhor, quem é?’ Jesus respondeu: ‘É aquele a quem eu der o pedaço de pão passado no molho.’Então Jesus molhou um pedaço de pão
e deu-o a Judas, filho de Simão Iscariotes. Depois do pedaço de pão, Satanás entrou em Judas.
Então Jesus lhe disse: ‘O que tens a fazer, executa-o depressa.’ Nenhum dos presentes compreendeu
por que Jesus lhe disse isso.

Como Judas guardava a bolsa, alguns pensavam que Jesus lhe queria dizer: ‘Compra o que precisamos para a festa’, ou que desse alguma coisa aos pobres. Depois de receber o pedaço de pão, Judas saiu imediatamente. Era noite. Depois que Judas saiu, disse Jesus: ‘Agora foi glorificado o Filho do Homem,
e Deus foi glorificado nele. Se Deus foi glorificado nele, também Deus o glorificará em si mesmo, e o glorificará logo. Filhinhos, por pouco tempo estou ainda convosco. Vós me procurareis, e agora vos digo, como eu disse também aos judeus: ‘Para onde eu vou, vós não podeis ir’. Simão Pedro perguntou: ‘Senhor, para onde vais?’ Jesus respondeu-lhe: ‘Para onde eu vou, tu não me podes seguir agora,
mas me seguirás mais tarde.’

Pedro disse: ‘Senhor, por que não posso seguir-te agora? Eu darei a minha vida por ti!’ Respondeu Jesus: ‘Darás a tua vida por mim? Em verdade, em verdade te digo: o galo não cantará antes que me tenhas negado três vezes.’

Palavra da Salvação.

Ato Público da Igreja Católica na Diocese de Ruy Barbosa

Na manhã do sábado 08 de abril de 2017, em frente à Catedral Santo Antônio, reuniram-se cerca de 800 pessoas vindas das diversas Paróquias da Diocese de Ruy Barbosa – Ba, para um Ato Público contra a Reforma da Previdência Social proposta pelo governo Temer. Aos representantes das comunidades juntaram-se movimentos sociais, sindicatos, cooperativas, estudantes, professores e educadores da EFAMJ (Escola Família Agrícola Mãe Jovina) e de outras escolas, e pessoas de boa vontade. “O Povo de Deus não é somente o Povo da Igreja!”

O evento nasceu a partir do encontro do clero diocesana realizado dia 21 de março. Entre outros assuntos tratados teve destaque principal “a atual proposta de reforma da previdência social” encabeçada pelo governo Temer. Após um aprofundamento sobre o tema, surgiram e foram assumidas várias propostas: foi escrita uma carta ao povo de Deus esclarecendo os males dessa PEC 287/2016; foi encaminhado um abaixo assinado para que o povo de Deus pudesse manifestar sua indignação diante dos assaltos a seus direitos, e, insistindo que não podia faltar um Ato Público, foi elaborada o esboço de uma carta convocando o povo em geral para um Ato Público de protesto contra as medidas absurdas dessa reforma. Este Ato Público ficou marcado para o dia 8 de abril começando em frente da Catedral Santo Antônio, em Ruy Barbosa.

A Carta convocatória foi enviada a toda a Diocese pelo nosso bispo dom André que usou estas palavras: “Faço uma convocação concreta para o “nosso” Ato Público”: Estimado povo de Deus, organizações, sindicatos, associações, igrejas, pessoas de boa vontade. Com esperança e fé, em comunhão com todos os que estão indo às ruas, a Diocese de Ruy Barbosa vos convoca para um Ato Público contra a atual proposta de Reforma da Previdência e em defesa de Direitos garantidos que estão sendo violados”.

Continuar lendo

Quarto ano de Pontificado: “Rezem por mim”

Cidade do Vaticano (RV) – Nesta segunda-feira, 13, feriado no Vaticano, o Papa Francisco comemora seu quarto ano de Pontificado.

O Cardeal Bergoglio foi eleito em 13 de março de 2013, no segundo dia do Conclave, escolhendo o nome de Francisco. Ele é o primeiro Jesuíta a ser eleito Papa.

Ao ser eleito, há quatro anos na Capela Sistina, perguntaram a Bergoglio se aceitava. E ele disse: “Eu sou um grande pecador. Mas, confiando na misericórdia e paciência de Deus, no sofrimento, aceito”.
Papa Francisco apareceu ao povo na sacada central da Basílica Vaticana, por volta das 20h30 (hora de Roma). Vestindo apenas a batina branca papal, dirigiu-se à multidão presente na Praça São Pedro, dizendo: “Irmãos e irmãs, boa noite! Vocês sabem que o objetivo do Conclave era eleger o Bispo de Roma. Meus irmãos Cardeais foram buscá-lo quase ao fim do mundo… Por isso, eis-me aqui! Agradeço a todos pela acolhida. Agora, a comunidade diocesana de Roma tem o seu Bispo. Obrigado!”.

A seguir, Francisco acrescentou: “E agora iniciamos este caminho, o Bispo com seu Povo… o caminho da Igreja de Roma que preside a todas as outras Igrejas na caridade. Um caminho de fraternidade, de amor, de mútua confiança. Rezemos sempre uns pelos outros. Rezemos por todo o mundo, para que haja uma grande fraternidade. Espero que este caminho eclesial, que hoje começamos, com a ajuda do Cardeal Vigário, aqui presente, seja frutuoso para a evangelização desta Cidade tão bela!

Dito isso, o novo Papa concedeu a sua Bênção Apostólica. Antes, porém, pediu um favor aos presentes:
“Antes que o Bispo abençoe o povo, peço-lhes que rezem ao Senhor para que me abençoe: é a oração do povo, pedindo a Bênção para o seu Bispo. Façamos em silêncio esta oração por mim”.

Assim, o Papa inclinou a cabeça, em sinal de oração, e todos na Praça fizeram silêncio por alguns momentos. Por fim, Francisco deu a sua primeira Bênção “Urbi et Orbi”, aos fiéis de Roma e do mundo inteiro, e concluiu desejando a todos “Boa noite e bom descanso!”. (MT)

Fonte: Rádio Vaticano

Leitura do Dia – Dn 9, 4b-10

Segunda-feira da 2ª Semana da Quaresma

Pecamos, temos praticado a injustiça e a impiedade.
Leitura da Profecia de Daniel 9, 4b-10

4b‘Eu te suplico, Senhor, Deus grande e terrível, que preservas a aliança e a benevolência aos que te amam e cumprem teus mandamentos;
5temos pecado, temos praticado a injustiça e a impiedade, temos sido rebeldes, afastando-nos de teus mandamentos e de tua lei;
6não temos prestado ouvidos a teus servos, os profetas, que, em teu nome, falaram a nossos reis e príncipes, a nossos antepassados e a todo o povo do país.
7A ti, Senhor, convém a justiça; e a nós, hoje, resta-nos ter vergonha no rosto: seja ao homem de Judá,
aos habitantes de Jerusalém e a todo Israel, seja aos que moram perto e aos que moram longe, de todos os países, para onde os escorraçaste por causa das infidelidades cometidas contra ti.
8A nós, Senhor, resta-nos ter vergonha no rosto: a nossos reis e príncipes, e a nossos antepassados, pois que pecamos contra ti;
9mas a ti, Senhor, nosso Deus, cabe misericórdia e perdão, pois nos temos rebelado contra ti,
10e não ouvimos a voz do Senhor, nosso Deus, indicando-nos o caminho de sua lei, que nos propôs mediante seus servos, os profetas.

Palavra do Senhor.

Programação Especial da Quaresma 2017

prog_quares2017

Caso a pessoa não possa se confessar às quintas-feiras a noite, pode estar agendando um horário com a padre na secretaria da paróquia.

Todas as sextas-feiras da Quaresma as equipes da semana irão realizar a Via Sacra nas comunidades, com o objetivo de fortalecer as comunidades e divulgar/formar “consciência “ ecológica proposta da Campanha da fraternidade 2017.

Este é um post fixo, as notícias mais recentes estão logo abaixo

Acontece Retiro Diocesano 2017

retiro

Desde o meio dia da última segunda feira (20/02/2017) acontece o retiro diocesano 2017 para o clero, leigos, religiosos e religiosas no Mosteiro de Jequitibá.

Dom Gilson iniciou o retiro convidando cada participantes fazer a experiência do Profeta Elias e dos pescadores diante da aparição da imagem de Aparecida, lançando-se no deserto ou nas águas turvas, acolhendo o mistério e experimentando o cuidado de Deus para que todos voltem à missão renovados.

Por conta do retiro, justificamos a ausência do Pe. Pedro Pinheiro e das irmãs Rita Rodrigues e Jalmira Rocha.

Fonte: Pascom Diocesena

Formação Paroquial da Campanha da Fraternidade 2017

cf_17-8

Aconteceu no último sábado (18/02/2017) no Centro de Espiritualidade Nossa Senhora das Dores – Com. Srª do Bonfim, formação paroquial da Campanha da Fraternidade 2017, que tem como tema “Fraternidade: Biomas Brasileiros e Defesa da Vida” e o lema: “Cultivar e Guardar a Criação” (Gn 2.15). E contou com a presença de lideranças das comunidades rurais e urbanas, pastorais/grupos/movimentos, que tiveram a oportunidade de refletir sobre o tema da CF e relacioná-la com nossa realidade, a assessoria foi por conta do Seminarista Cláudio Gonçalves (Seminário Bom Pastor – Diocese de Ruy Barbosa).

cf_17-2

Esta CF tem como proposta principal enfatizar a diversidade de cada bioma brasileiro e criar relações respeitosas com a vida e a cultura dos povos que neles habitam, especialmente à luz do Evangelho. A depredação dos biomas é a manifestação da crise ecológica que pede uma profunda conversão interior.

Por: Guilherme Santos